sábado, 3 de junho de 2017

Sob o Poder da Maldade (The Sorcerers, GBR, Michael Reeves, 1967): (O HORROR PSICOLÓGICO E PSICODÉLICO)

Sob o Poder da Maldade (The Sorcerers, GBR, Michael Reeves, 1967):



(O HORROR PSICOLÓGICO E PSICODÉLICO):




(CRÍTICA POR RAFAEL VESPASIANO):



“Sob o Poder da Maldade' (The Sorcerers) é um filme de horror e ficção científica, com toques de terror tanto de violência física quanto e, especialmente, psicológica. Dirigido e co-escrito por Michael Reeves e estrelado por Boris Karloff, Catherine Lacey, atores em perfeita sintonia: destaque para a atuação de Lacey. Os dois formam um casal de idosos reclusos, muito estranho e que guarda muitos segredos.
De fato, é mais uma obra-prima do horror dirigido pelo jovem Reeves, responsável por clássicos como 'O Caçador de Bruxas'. Esta grande promessa para o cinema de horror teve sua vida interrompida, quando tinha apenas 25 anos de idade.
O roteiro une a temática do cientista louco, frequente nos clássicos do gênero realizados nas décadas 1930 e 1940, ao frescor anárquico e enlouquecido que estava sendo trabalhado na safra dos estúdios Hammer, com o elemento adicional do contexto social da Londres da dança swing psicodélica da segunda metade dos anos 1960, representado pela forma como os personagens jovens são retratados.
A presença de Boris Karloff, em ótimo momento, reforça esse resgate, mas é a fantástica Catherine Lacey, vivendo uma idosa que deseja experimentar novas emoções, numa interpretação que lhe rendeu o prêmio de Melhor Atriz no Trieste Science Fiction Film Festival, a responsável pela força dramática do projeto. A história é simples, o que realmente engrandece o resultado é a eficácia na criação da ambiência de violência psicológica e horror mental inquietante, onde o senso de perigo é uma constante.

O diretor Michael Reeves, um jovem talento que faleceu dois anos depois da estreia, consegue, com baixo orçamento, estabelecer um filme excepcional, dentro de suas limitações e propostas fílmicas. ”